sábado, 24 de abril de 2021

GOVERNO FLÁVIO DINO PERMITE LANÇAMENTO DE AGROTÓXICOS SOBRE COMUNIDADES


 

Segundo informações do advogado Diogo Cabral, e coincidentemente havendo pouca divulgação da grande mídia maranhense, lacaia da ordem, o Governo reacionário e revisionista de Flavio Dino (PseudoB) está permitindo o encaminhamento de "aviões carregados de agrotóxicos lançando veneno sobre comunidades tradicionais em Buriti".

 


Essa realidade se configura como mais uma das inúmeras situações, onde o oportunismo de turno do Governo Maranhense demonstra sua subserviência e permissividade com as mais duras barbaridades sobre os trabalhadores, em especial, tomando lado e auxiliando na guerra de latifundiários contra trabalhadores rurais.

Mais um caso que serve para desmascarar a suposta preocupação reformista do dito cujo governador sobre o "meio ambiente e os direitos dos trabalhadores rurais". Na prática executada pelo Estado Maranhense, sistemática e anti-povo sobre a luta dos trabalhadores, nota-se os mandos e desmandos mais embrutecidos, embevecidos e reacionários, que mais coíbem com a perseguição, o silenciamento e a tentativa de desumanizar nosso povo.



Segundo Edmilson Santos, liderança rural e presidente da associação da comunidade de Araçá, alguns trechos de sua entrevista, como: "estão envenenando o povoado todo aqui", "já tem crianças dando febre", "aqui no Buriti quem manda é o grande fazendeiro e não o pequeno produtor", "a tentativa é fazer a comunidade ir embora", demonstra a visão que, nós democratas, devemos ter dessas ações coordenadas pelos latifundiários na pífia tentativa de amedrontar e humilhar camponeses, quilombolas, quebradeiras de coco, indígenas, pescadores e ademais. Enganam-se caso pensem que não haverá revolta, que não receberão de volta o que imputam a nosso povo!



Ainda que os oportunistas de plantão chorem lágrimas de crocodilo pelas barbáries que ficam mais visíveis à luz do dia, sempre se intenciona ocultar a conivência do Velho-Estado com o capitalismo burocrático, atado ao latifúndio.


Indicações:

1° MA: Camponeses resistem a expulsão promovida por monopólio e Flávio Dino/PCdoB

2° MA: Despejo truculento da PM gera revolta em São Luís

3° Nada poderá deter a Revolução Agrária

4° A mistificação burguesa do campo e a atualidade da revolução agrária

Nenhum comentário:

Postar um comentário